sexta-feira, 3 de janeiro de 2014

Muitos caracois para o meu intestino

Não, eu nunca comi caracóis, não consigo só o cheiro enjoa-me. O título simplesmente me saiu porque penso relacionar-se com o que estou prestes a escrever. Normalmente escrevo no papel ou no bloco de notas no computador e reescrevo e releio os meus textos. Hoje vou simplesmente escrever e publicar portanto, peço um desconto nas falhas que poderão surgir.  

Muitos caracóis mesmo para o meu intestino. A minha vida anda e seria estranho senão andasse à roda. Esta idade teenager que tenho e a pessoa que eu sou complica tudo. Para mim tudo tem 50% de bom 50% de mau, até a falsidade já que eu aprecio 99% a honestidade. Meu problema: eu sei que é assim, mas ou penso muito mal ou penso muito bem, um bocado 8-80. 

Às vezes penso que escrevo bem e adoro os meus textos por outro lado sei que devia escrever coisas mais alegres. Assim uma pessoa até deprime de entrar neste blogue. Lamento, não se encontram disponíveis textos à "tá fixe" etc. São muitas coisas que me dão a volta aos intestinos e à cabeça. Uma pessoa não descansa até mais no bom do que no mau sentido porque agora sinto-me feliz. Apesar da barreira que tenho.



3 comentários:

  1. Esta idade é dificil! Tens quantos anos? O importante é mesmo sermos felizes!

    ResponderEliminar
  2. r: 17! Acho que às vezes damos pouco valor às pequenas coisas...se fossemos genuinos ao ponto de receber de braços abertos a simplicidade seriamos todos muito mais felizes.

    ResponderEliminar
  3. r: 17! Acho que às vezes damos pouco valor às pequenas coisas...se fossemos genuinos ao ponto de receber de braços abertos a simplicidade seriamos todos muito mais felizes.

    ResponderEliminar

Os comentários são conversas entre bloggers. As conversas desde o início dos tempos que criaram línguas e meios de comunicação, permitem a evolução do Homem a partir da troca de ideias. Vamos evoluir os dois :)