terça-feira, 24 de dezembro de 2013

arrependimentos

   Um bom escritor... Qualquer pessoa bem sucedida é aquela que transmite o que quer. Um escritor sabe que um tema nunca tem fim. Sabe que um tema puxa o outro. Mas, aquele que escreve bem e se lê bem é aquele que consegue se concentrar num só tema e não se deixa perder. #equilíbrio


    O passado está directamente ligado ao arrependimento. Por isso falar do passado não será uma fugida ao tema. De tanto que já fiz, tanto vi. De tanto que falei, tanto ouvi, há quem desminta, mas é verdade. De tanto que não quis, como tanto quero agora. 
   Às vezes diz-se, ou à maneira americana, eles dizem que não me arrependo de nada porque faz de mim quem sou hoje. Também só diz isso quem está feliz e orgulhoso no momento. O que no meu caso é compreensível a contradição. Eu tanto digo o que eles dizem, como digo que não. Mas, também, quem não tem duvidas se poderia ser melhor? Só mesmo aquele ser convencido e irritante que se acha perfeito. Mas, também, duvido que seja mesmo isso que pensa. Falar não é ser honesto. A honestidade que é outro tema!, precisa muito mais do que falas; precisa de provas, atitudes e muito mais para se comprovar, para mim! 

     Arrependendo-me de não ter sido eu a desligar o telemóvel, de não ter sido eu a dizer xau e de ser eu a falar p/ o boneco e ficar à toa. Não me arrependo. Odeio expressões como "vá", "não vales nada", "adeus"... sei lá, lembra adeus, porque eu não gosto de adeus, é uma palavra negativa. lembra a morte.
    Mas, como eu gosto de pensar que TUDO tem o seu lado positivo e negativo. Se calhar a morte não é uma coisa má de todo e adeus também não. Por isso não me arrependo de não ter dito adeus ou de ser o último a falar. Eles dizem que "os últimos são os primeiros", 1º serve para mim. Há dias em que odeio ser eu a desligar. Há outros que quero ser eu o "ultimo" a falar ( na verdade o primeiro a dizer adeus). Porquê? De certa maneira não sou o último porque a seguir respondem, mas, na minha cabeça torno-me o último porque não ligo mais. E como disse último-primeiro, primeiro para mim serve. No entanto, parece que meti os pés pelas mãos. Este texto está todo uma contradição! Existe figura de estilo para isto?


Concluiu que não sou um bom escritor! Comecei por pensar falar em arrependimentos e concluí com figuras de estilo!

my fucking theory: Todo o génio tem o seu código. A sua língua e a sua gramática.


1 comentário:

  1. !Não te arrependas de nada!
    Não sabes o futuro portanto aproveita tudo ao máximo! Usa e abusa de quem gostas! Entrega-te como se não houvesse amanhã! Diverte-te! Não penses demasiado! Ama a vida! Saboreia cada minuto como se fosse o ultimo!
    Se eu faço tudo isto?? Por completo! Se vou continuar a ser assim em 2014? Com certeza!! @

    ResponderEliminar

Os comentários são conversas entre bloggers. As conversas desde o início dos tempos que criaram línguas e meios de comunicação, permitem a evolução do Homem a partir da troca de ideias. Vamos evoluir os dois :)