sábado, 16 de novembro de 2013

I n t e r p r e t a ç õ e s

Eu sinto-me na obrigação de te proteger, mas na verdade preciso que me protejas. Sou um bebé! Nasci primeiro e sinto-me mais velho, muitas vezes, e maturo que o mundo. Se quiseres honestidade tu és a criança mas acabas por ser mãe. Depende da interpretação do cujo. Obrigado por me acordares, retribuis assim as vezes que te acordei. Não conheço maior ligação que esta.

5 comentários:

  1. Adorei! A sensação de necessidade de proteger a outra pessoa e de ser protegida por ela chama se amor :)

    ResponderEliminar
  2. Admiro essa tua maneira de protecção, essa tua necessidade de proteger alguém querido.
    beijinho

    ResponderEliminar
  3. adorei essa proteção que transmitiste pelas palavras :)

    ResponderEliminar

Os comentários são conversas entre bloggers. As conversas desde o início dos tempos que criaram línguas e meios de comunicação, permitem a evolução do Homem a partir da troca de ideias. Vamos evoluir os dois :)