terça-feira, 23 de julho de 2013

Máscaras #1

Bom dia leitores maravilhosos. Hoje começo um novo marcador/tema: máscaras. Consiste em histórias escritas por mim e que têm aspectos sobre a minha vida- mascarados. 
Quero também dizer-vos o porquê da minha ausência: férias s/net. Voltei e trago histórias para vos contar. Já antes de ter ido embora pensei em começar o "bloco das histórias das máscaras". Hoje publico então a 1ª história.

Máscaras #1

   Só ele sabe quem é. Já tentaram saber o que estava por detrás daquela capa... mas não conseguiram. É bastante difícil abrir um livro que não se consegue abrir. Um dia, porém, ele abriu-se. 
   Tudo começou naquela tarde em que aquilo se avariou. Era impossível viver sem aquilo. Ele decidiu. Decidiu que estava na altura de passear pela estrada branca e pintá-la de preto. Já tinha sido assim. Porque não voltar à origem, em que todos aqueles que tinham necessidade de se expressar passearam por lá? Olhando para o ecrã preto ele percebeu. Estava na altura de o fazer. Sem fim. Pelo menos era essa a sua vontade, a única maneira de se manter calmo e distraído daquilo. 
   -Fodass!
   Ele tinha mesmo ficado transtornado com o que se passara com as suas queridas coisas que já tentara trocar por outras. 
   As imagens, palavras e melodias que estavam lá a passar no seu cérebro, eram tudo! Ele conhecia-o melhor do que ele próprio. Afinal, os dois eram um só! 
   Assim ele levanta-se, fuma o seu cigarro, do maço que actualmente custa 3,80, e vai ao cinema na sala do fundo ver se consegue distrair-se um pouco, um pouco que seja...

Pedro Albuquerque, máscaras #1

13 comentários:

  1. acho que não percebi metade, mas adoro a forma como escreves, é super misteriosa :o

    ResponderEliminar
  2. R: sim, acho que estou a perceber o que queres dizer! mas é engraçado, eu gosto desse mistério ahah :p

    ResponderEliminar
  3. Escreves super bem! Não conhecia o teu blogue e adorei imenso... Se tivesses uma cadeira que eu tive e escrevesses assim, o professor ia amar-te... quem me dera!

    ResponderEliminar
  4. R: sim, nota-se que gostas do mistério :p é bom isso...
    ahahah só gordices, mas tudo coisas maravilhosas!
    oh, não achas que "ridículo" é uma palavra um bocado rigorosa e agressiva demais? mauzinho :c

    ResponderEliminar
  5. R: pronto pronto, está bem então x)

    ResponderEliminar
  6. r: eu gosto deles todos. Não sei mesmo qual hei de meter...estou a tentar ver qual tem mais importância para mim, acho que é o mais importante!

    ResponderEliminar
  7. R: para ser sincera, o mais importante para mim nao o meti na lista. É verdade...aprendi a nao ligar a essas mensagens. Nao vale mesmo a pena.

    ResponderEliminar
  8. Gostei da tua escrita!

    r: Como tu disseste, nada que não se concerte, não é? (;

    ResponderEliminar
  9. Mas escreves super bem! Tens que idade?
    Sigo-te de volta :)

    ResponderEliminar
  10. R: ahhh és novinho e escreves super bem.

    ResponderEliminar
  11. E eu na faculdade tive de fazer um site e já não me lembro de quase nada haaha

    ResponderEliminar

Os comentários são conversas entre bloggers. As conversas desde o início dos tempos que criaram línguas e meios de comunicação, permitem a evolução do Homem a partir da troca de ideias. Vamos evoluir os dois :)